Obesidade e suas consequências

Caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura no corpo, a obesidade costuma ocorrer quando não há déficit calórico diário, e isso se dá quando o elevado consumo de calorias é maior que o gasto pelo corpo. Este comportamento alimentar contínuo faz com que o Índice de Massa Corporal (IMC) aumente. Para descobrir o IMC basta dividir o peso pela altura ao quadrado de uma pessoa, e por parâmetro, quando o coeficiente obtido é igual ou superior a 30, já se considera um caso de obesidade.

As principais consequências atreladas à obesidade são relacionadas à qualidade de vida e saúde como um todo, podendo interferir tanto no funcionamento das vias respiratórias como também na pressão arterial.

A relação do excesso de gordura corporal está na quantidade de triglicerídeos e colesterol LDL presentes na corrente sanguínea, o que compromete a circulação do sangue pelas artérias e aumentam a pressão arterial, tornando o portador da obesidade hipertenso.

Outra doença associada à obesidade é a reação à leptina, uma proteína produzida majoritariamente pelos tecidos adiposos e que leva o portador de obesidade a desenvolver Asma, doença que atinge o sistema respiratório e causa ao enfermo sintomas como cansaço, falta de ar e chiados no peito, havendo intensificações ao praticar esportes, ao dormir e ao se deparar com alguma substância alergênica.

A obesidade pode ocasionar também apneias durante o sono, causadas pela obstrução da passagem de ar nas vias respiratórias, gerando ruídos e interrupções na respiração ao dormir afetando o período de repouso, diminuindo sua qualidade e levando o portador à sonolência e cansaço durante o dia, dificultando a concentração e raciocínio, além de reduzir a oxigenação no sistema nervoso.

O sobrepeso quase sempre está associado à um gasto calórico menor que o consumo, onde a energia é armazenada em forma de gordura. Portanto o excesso de tecido adiposo interfere na maneira como funcionam os hormônios que regulam os níveis de açúcar na corrente sanguínea. Nos casos onde o organismo resiste à insulina, existem maiores chances de desenvolver diabetes tipo 2, portanto, é outra consequência agravante da obesidade, pondo em risco também a visão e a cicatrização do indivíduo.  

Esteja sempre atento à sua saúde, tenha para si hábitos saudáveis que promovam sua qualidade de vida, como a prática regular de exercícios físicos e uma dieta adequada ao seu corpo e seu estilo de vida e opte por alternativas naturais como a Stevia para substituição do açúcar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho de compras