A influência das emoções sobre o diabetes

A influência das emoções sobre o diabetes

Diabetes em grego quer dizer sifão, este nome foi dado devido a sintomatologia da doença que provoca sede intensa e grande quantidade de urina. O diabetes só adquire a terminologia mellitus no século I d.C.; Mellitus, em latim, significa mel, logo a patologia passa a ser chamada de urina doce.

O diabetes mellitus é uma doença crônica, caracterizada pela elevação da glicose no sangue acima da taxa normal que é de aproximadamente 60 a 110 mg%. Ele é causado por fatores genéticos.

O diabetes pode ser causado também por: estresse, alimentação rica em carboidratos, doces, açúcar, menopausa e certos medicamentos. Os principais sintomas do diabético são: muita sede, excesso de urina, muita fome e emagrecimento. Outros sintomas são: sonolência, dores generalizadas, formigamentos e dormências, cansaço doloroso nas pernas, câimbras, nervosismo, indisposição para o trabalho, desânimo, turvação da visão, cansaço físico e mental.Se não houver um bom controle da doença podem surgir complicações como problemas de visão, nos rins e neurológicos.

Dependendo de como a doença se manifesta e do significado que ela tem na fantasia do paciente, pode atingir a sua autoestima, a qualidade de vida, de ter esperanças, as possibilidades e qualidades de relações pessoais.Os sentimentos que acompanham o adoecer são negativos, pois as pessoas ao depararem com algo diferente e invasivo, demonstram sentimentos de menos valia, inferioridade, medo, raiva, ansiedade e até depressão.

Empresas que tem como público-alvo pessoas com diabetes precisam estar atentas em como comunicar e o que oferecer para amenizar os impactos negativos da doença na rotina dessas pessoas.

A começar pelo termo pacientes, pessoas com diabetes não devem ser vistos como pessoas passivas, eles podem ser ativos, ter uma vida saudável, mesmo com o tratamento, eles podem de maneira equilibrada experimentar coisas maravilhosas.

A alimentação é um ponto de muita atenção para os diabéticos e envolve muitos sentimentos.Muitas empresas se dedicaram ao desenvolvimento de alimentos diet. A Stevia Soul é uma delas. Durante as três últimas décadas, se dedica a alternativas ao açúcar comum para adoçar alimentos e bebidas. Com respeito a esse momento prazeroso que é comer, e de forma muito positiva, leva aos seus consumidores a garantia de poder experimentar alimentos gostosos.

O mais importante para a equipe da Stevia Soul é a segurança dos consumidores, mas sem abrir mão do sabor. Desenvolver receitas que possam agradar a toda família. Isso é muito importante, porque o isolamento nas refeições também pode gerar um desgaste emocional ao diabético. Não é fácil ter um cardápio adaptado, então poder comer o mesmo bolo, a mesma sobremesa, provar a mesma bebida que os colegas e familiares é uma conquista importante para quem já vive com tantas restrições.

Esse é o objetivo, o toque especial que vai nos produtos assinados pela Stevia Soul. Cuidar também do estado emocional dos diabéticos.

O emocional também influenciará no controle da doença, uma vez que o diabetes exige um controle intenso para evitar complicações. O controle é uma questão ainda mais complicada para crianças e adolescentes, pois é preciso racionalização da doença e consequentemente do que se pode ou não fazer.

Mais uma razão para o portfólio de produtos Stevita atender a todas as faixas etárias. Tem que ter bala, biscoito, achocolatado, esses alimentos fazem parte do universo infantil. Não dá para ter só adoçantes. Bolo, sobremesas, tudo isso tem que ser pensado e desenvolvido para agradar e permitir que eles possam fazer aquilo que desejam.

Diante de toda a relação expressa entre o emocional e o diabetes observa-se que poder contribuir para que famílias enfrentem isso com mais apoio e menos restrições é um trabalho que deve ser levado a sério pelas indústrias e prestadores de serviço.

Leia a matéria original

Atualização obrigatórioEmail (obrigatório)Site

Deixe uma resposta

Fechar Menu